Etiquetas

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

1.4 Viriato

Este que vês, pastor já foi de gado Viriato sabemos que se chama Destro na lança mais que no cajado Injuriada tem de Roma a fama, Vencedor invencibil, afamado Não tem co'ele, nem ter puderam O primor que com Pirro já tiveram.
Os Lusíadas, VIII, 6
___________
Viriato figura quase mítica ou mística. Um senhor da guerra que envergonhou e derrotou várias vezes os seus opositores.
Vencendo por repetidas vezes os romanos obrigou-os a acordos e a desistirem muitas vezes dos seus intentos.
Se lhe chamarmos guerrilheiro não nos enganamos. Conhecedor da sua vantagem geográfica tirou partido disso e, movido pela sua coragem, não tinha apenas tácticas defensivas mas também de invasão .
Empurrou diversas vezes os romanos para território de Leão e Castela e só o derrotaram socorrendo-se da vantagem vergonhosa do suborno.
Viriato foi morto pelos seus companheiros de luta que se deixaram subornar.
Mais uma vergonha para Roma que, derrotada várias vezes não conseguindo vencê-lo, preferem mandar matar o homem que os aterroriza.
A história repete-se com homens deste género... Che Guevara teria mais tarde e tantos outros, o mesmo destino...
Os cobardes ficam na história pelo medo.
Os destemidos como Viriato, pela coragem e pela estratégia que atemoriza quem pretenda submetê-los.
Luis de Camões toma-o por um simples e rude pastor mas alguns historiadores como o professor Maurício Pastor Munoz, da Universidade de Granada, afirma que Viriato "pertencia a um dos clãs aristocráticos dos lusitanos, e não era um simples guardador de rebanhos, antes proprietário de cabeças de gado".
Viriato é uma figura comum a Portugal e Espanha contra os romanos.
Terá recebido o título de regnator Hiberae magnanimus terrae, o mais magnânimo dos reis da terra Ibérica.
O perfil que lhe traçam é de honesto, justo e fiel aos seus acordos. Infelizmente morre atraiçoado.
É assim o fim dos corajosos e justos?
Graças a Viriato o historiador Estrabão definiu assim a Lusitânia:
"A mais poderosa das nações da península ibérica, a que, entre todas, por mais tempo deteve as armas romanas".
___________________

14 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

Ele era PortuguÊs?

Nasceu no territorio que agora se chama Portugal???

Quem mandou a sua execuação?

Apesar de tudo são os herois que ficam na historia. E Viriato ficou!

Cleopatra disse...

ESte rapaz só faz perguntas dificeis.
Quem é que não sabe quem foi Viriato?????

Naquela altura ainda não havia portugueses.
D, Afonso Henriques, adolescente e imberbe ainda não se tinha rebelado contra o poder paternal exercido por sua mãe Dª Teresa...

Francisco Castelo Branco disse...

eu sei disso, mas em que parte é que ele nasceu lol?

Se soubermos isso, e isso deve-se saber podemos saber se era Portugues ou nao.

E mais os Lusitanos derivam de algum lado nacional.
Dai se chamarem Lusitanos

Cleopatra disse...

Nasceu na Península Ibérica.... deixa ver,....nas tribos ao lado do ocenado...Respondo assim?

Cleopatra disse...

OCEANO!!!!!!!!!!!!!

Francisco Castelo Branco disse...

Entao era portugues!!!
Só podia....

Cleopatra disse...

Só podia mesmo! Para qdo a postagem da segurança??
Lembra-me!

Francisco Castelo Branco disse...

Terá Viriato maior importancia historica do que D Afonso Henriques?

Afinal de contas foi ele que lutou pelas futuras terras nacionais

Cleopatra disse...

As importancias são diferentes.
Afonso Henriques conseguiu tornar o Condado Portucalense num reino.
Viriato na sua altura conseguiu evitar durante algum tempo a romanização...
Terá sido bom? terá sido mau???
É como o termos ou não entrado nas
duas grandes guerras.
Como terai sido se tivessemos entrado? Melhor? Pior???

Francisco Castelo Branco disse...

Isso nao sei
Ter entrado nas duas guerras seria mau.
Disso nao tenho duvida!!

Quanto a Viriato foi sempre a grande figura nacional. Conquistador, defensor das terras ibericas e comandante dos Grandissimos Lusitanos!!!!
São eles os nossos primeiros antepassados.
E os primeiros herois nacionais

Cleopatra disse...

De entre os povos da época, os Lusitanos eram duros de roer!!

Francisco Castelo Branco disse...

Tal como os portugueses!!!!

Já sabemos onde fomos buscar a nossa persistência

FGV disse...

Pastor guerreiro ou simplesmente guerreiro, Viriato foi o grande chefe do povo Lusitano. A Lusitânia era um pedaço da Ibéria que ía do norte do Tejo até ao norte de Espanha actual e ía do Atlantico até ao interior da Ibéria.
O campo preferido de batalha de Viriato eram as grandes serras, sendo a serra da Estrela eventualmente o seu lugar de luta.
Os Romanos habituados lutar em campo aberto, tiveram pesadas derrotas. A técnica de guerrilha teria começado com Viriato?
Morreu em 139 a.c. vitima de traição, assassinados por camaradas de armas subornados por Cibião.
Afinal Roma pagava a traidores.
Não sendo especialista em História penso que Viriato (apesar de estátua em Zamora, Espanha) representa bem o querer Lusitano e já agora o simbolo daquilo que viria a ser portugal.

Francisco Castelo Branco disse...

Do que nós precisamos é de um guerreiro desses!!!!

Porque o nosso país está a precisar de vitórias

Share Button