Etiquetas

terça-feira, 29 de setembro de 2009

V Encontro Empresarial de Negócios na Língua Portuguesa - Dia 01

Trago a cobertura exclusiva do primeiro dia do V Encontro Empresarial de Negócios em Língua Portuguesa. Antes de qualquer coisa, gostaria de dizer que o evento é um sucesso. Simplesmente, nunca havia visto uma confraternização de negócios tão produtiva.
Iniciou-se oficialmente com solenidade que contou com a presença do Governador do Estado, o senhor Cid Gomes.
Em seguida, houve um painel cujo tema foi o Associativismo e a CPLP, onde o que mais me chamou atenção foi a informação de que no Brasil existem cerca de 6 milhões de micro e pequenas empresas formalizadas e mais de 10 milhões de micro e pequenas empresas não formalizadas, ou seja, existe quase o dobro das pequenas empresas estão na ilegalidade.
Depois disso, houve um almoço de trabalho, onde foi oferecido um delicioso Sirigado (peixe nobre do litoral cearense) ao molho de camarão, com sobremesas deliciosas de morango e mousse de chocolate!
Logo após, houve uma palestra sobre incentivos, no estande do Governo do Estado do Ceará e depois três conferências simultâneas com os seguintes temas: “Tecnologia: casos de sucesso na CPLP”; “Experiências da atuação em diversos mercados da CPLP” e “Logística na CPLP”. E por fim, houve as rodadas de negócio.
E a essa altura do campeonato vocês devem estar se perguntando: sim, Larissa, mas e o conteúdo das palestras? O que foi de interessante que você ouviu?
Eu lhes respondo: não assisti nenhuma palestra, porque o mais interessante estava no Pavilhão Camões de Exposição, onde havia os estandes de todos os patrocinadores, de várias Câmaras de Comércio Brasil-Portugal, Câmaras de Comércio Estrangeiras, de representantes de todos os países da CPLP. Isto é, onde, de fato, o evento realmente acontecia, as conferencias eram só pretexto.
Eventos como estes são feitos para promover negócios e logo no primeiro dia, eu me dei conta que o mais importante são os contatos feitos fora das palestras. Era simplesmente fantástico ouvir e participar de conversas informais com empresários, advogados e políticos de todos os países lusófonos e como se pode aprender por meio delas.
Foi muito interessante visitar os estandes, passamos (eu, Dr. Miguel Reis – advogado português e meu chefe, e o Sr. Anthony D’Souza – membro do governo de Goa, que nos acompanhava) por todos e fizemos contatos valiosos.
Mas devo ressaltar que de todos os estandes que andamos, o que mais me chamou atenção foi o do Fórum de Macau, que se trata de um fórum que promove a interação dos países da CPLP com Macau e China (http://www.forumchinaplp.org.mo/).
Não só porque a iniciativa é brilhante, mas também porque um jovem de Macau, de apenas 23 anos, chamado Ernesto, soube nos vender muito bem o seu peixe, como dizemos aqui no Brasil.
O evento diurno acabou por volta das 18h30, mais continua com uma festa no Pirata, eleito pelo New York Times como a segunda-feira mais animada do mundo. Infelizmente, não fui porque amanhã tem mais congresso para ir.
E para finalizar meu post de hoje, vou dar-lhes uma informação que para vocês já não deve ser novidade: todos os empresários estavam de olho em Angola e Moçambique. Por isso que resolvemos tratar com os africanos só amanhã!
Larissa Bona

1 comentário:

Francisco Castelo Branco disse...

Oi Larissa

Antes de mais que tenha uma boa Conferencia...

Já vi que aí é igual que aqui em Portugal. Tudo nos bares e cafezinhos na zona....
Estou brincando.

As conferência só são interessantes se tiverem um tema apelativo...

Se não for assim.....

E pelo que deu para perceber, também aí as Pequenas e Medias Empresas têm uma importancia vital no crescimento da economia brasileira.
Em Portugal também. Na campanha eleitoral foi das palavras mais utilizadas
Curioso que já não sao as grandes multinacionais as unicas responsaveis pelo crescimento economico de um país.

Quanto a Africa. Ja nao é novidade. Angola tem um capital de crescimento incrivel. Pena que seja governado por ditadores.

Veremos como será o futuro em Angola e Moçambique, mas penso que será sorridente até porque têm todas as condições para tal

Share Button