Etiquetas

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Grande Entrevista: José Sócrates

José Sócrates igual a si mesmo. Simpático, sorridente, gravata vermelha, camisa branca. Foi uma boa entrevista no geral o primeiro-ministro conseguiu responder com grande inteligência à maioria das questões colocadas por Judite de Sousa.

Foi curioso verificar antes de mais que o líder socialista não pediu declaradamente a maioria absoluta. Sócrates afirmou apenas que esperava dos portugueses uma votação expressa para governar face a situações difíceis. Quanto à possibilidade de efectuar uma coligação pós-eleitoral Sócrates não quis abrir o livro dizendo que não encarava um cenário eleitoral de momento que não fosse a maioria absoluta. Como homem inteligente que é o alvo preferencial das críticas do líder socialista foi sobretudo Ferreira Leite. Focou o facto de haver a discussão não só entre dois programas mas também entre duas pessoas e duas atitudes. Acusou Manuela Ferreira Leite de um um grande pessimismo em relação ao país. Segundo Sócrates a prova de que o país está no rumo certo e não deve ser pessimista são os resultados do segundo trimestre que dão para Portugal um crescimento e a saída técnica da recessão económica. As críticas à líder laranja continuaram em questões como a família já que no ponto de vista do líder socialista é absolutamente chocante que numa sociedade portuguesa do século XXI ainda continue a haver quem defenda que o principal objectivo da família é a procriação. No campo das obras públicas as criticas a MFL também foram severas quando Sócrates proferiu as declarações infelizes da líder do PSD que afirmou que a construção do TGV só iria trazer emprego "aos ucranianos e cabo-verdianos" [cit].

Quanto à questão do desemprego o líder socialista usou o exemplo dos restantes países europeus para comprovar que Portugal não é diferente dos demais da Europa nos quais também se verifica um aumento do desemprego, no entanto a crença de Sócrates foi que para muito breve haveria sinais positivos no que toca a este tema.

A questão da animosidade dos professores e juízes para com o governo também foi referida mas neste campo Sócrates procurou fugir um pouco limitando-se a falar dos progressos que o governo fez nas escolas públicas (alargamento do horário até às 17:30, criação de disciplinas de inglês, música e formação cívica etc.). Na justiça referiu que o encurtar das férias judiciais foi fundamental para o melhor funcionamento do sistema judicial.

O primeiro-ministro usou um discurso bastante inteligente tendo como grande bandeira os resultados do último semestre que dão conta do fim técnico da recessão em Portugal. De propostas pouco se ouviu os ataques ao PSD foram muitos (e na maioria dos casos com muito fundamento pelo menos na minha opinião). Manuela Ferreira Leite e as suas políticas de direita foram o grande alvo de Sócrates que chegou mesmo a referir que "O PSD nunca esteve tão à direita como actualmente". O líder socialista aproveitou a ocasião para dar uma excelente facada na "verdade" da líder laranja quando deu como exemplo a candidatura de Alberto João Jardim pela Madeira, um homem que "se honra de nunca ter entrado na AR e que mesmo assim faz parte das listas do PSD e como cabeça de lista". Pedro Passos Coelho também foi usado por Sócrates para atacar o PSD acusando o partido de falta de algum sentido democrático e de diversidade de opinião. Pina Moura também foi achado tendo o ex-ministro do ambiente de Guterres considerado a postura do ex-ministro das finanças "pouco esperada" mas que tem toda a aceitação dos socialistas partido que Sócrates chama "aberto à pluralidade e diferença de opiniões" contrastando com o PSD.

Resumidamente Sócrates tentou dar uma imagem inovadora e virada para o futuro do seu governo e uma visão pessimista e saudosista de MFL e do PSD.

Muito boa entrevista do primeiro-ministro.

Tive a liberdade de colocar aqui os meus apontamentos acerca da entrevista. Quem desejar pode efectuar download AQUI

43 comentários:

expressodalinha disse...

Não vi. Mas pelo que estou a ler, não sai do mesmo. Discute politiquices e mete-se em tricas do PSD. Não fala das grandes questões. De estadista tem pouco. A outra, ainda menos... Estamos feitos!

Francisco Castelo Branco disse...

Gostei do promenor da vestimento do PM.

Concordo com o expressodalinha.
O discurso não é novo. Nem poderia pois estamos a dias das eleições. Socrates começou em Janeiro com este discurso acente em 3 pontos :
Obras publicas, comparação entre MFL e ele. MFL é sinónimo de atraso e pessimismo e ele de sucesso e optimismo.
De vitimização por causa do processo freeport.
E a crise.
Agora está na fase em que Portugal "saiu" da recessão económica. E o desemprego Sr.PM?
Que está a niveis históricos?

Pena que o PS não se preocupe com Economia, desemprego, justiça.
Não aponta medidas. E neste campo, o PSD está melhor. Aponta soluções...

ellen disse...

Tenho pena de não ter visto. Fui ver uma bébé que nasceu hoje às 21:45 :)

Mas lendo este post dá para ficar a saber as novidades...mas quais? Tudo igual. JS é bom falante, isso tiro-lhe o chapéu...foi assim que me convenceu nas 1ªs eleições. Mas não vai haver mais da minha parte...e tenho pena, pois ele até é bem charmoso como homem rssss

Tem estragado a vida de muitos portugueses. Refiro-me aos FP. Eu sou uma das que me sinto muito lesada e já lá vão quase 20 anos. É obra dura... Há fama de maus funcionários na FP mas nem todos são iguais! E tirar o que foi dado, há anos e anos, é muito feio. O mesmo se passaria com quem herda e depois por uma diarreia mental apetece-lhe deserdar o mesmo cujo dito. Ou toma lá, mas agora portaste-te mal, dá cá para castigo! Isso não se faz 'never'... e só e apenas por isso não o perdoou!

Desculpa este desatino rsssssssss mas este homem mexeu no que há de mais sagrado, na educação que recebi... a Honestidade!!!!

Beijito

Francisco Castelo Branco disse...

Com tudo isso, suponho que vai votar Ferreira Leite....

ellen disse...

Mas ainda digo mais...para mal dos nossos pecados ele ainda vai voltar a ser o nosso 1º Ministro. E cá nos encontraremos, se deus quiser, para confirmar esta minha opinião rssss
:)

ellen disse...

Não Francisco...essa, nem com uma almofada a tapar-me os olhos eheheheh
É preciso inovar, mesmo que durem pouco!!! PS precisa de ser castigado. Chegou a nossa vez, a minha pelo menos lol

Francisco Castelo Branco disse...

Entao se nao é PS nem PSD, vai ser em quem?

Se me é permitido desvendar o segredo..

João Gonçalves disse...

Quando li isto, o post, julguei que era do Francisco. Depois fiquei mais descansado.

Bruno Gonçalves Bernardes disse...

Mais uma entrevista que não vi por se saber de antemão que seria mais do mesmo. Pelo post foi isso que aconteceu. Quanto mais leio e vejo da campanha mais sei que não votarei em ninguém.
Quanto a estas etrevistas, elas só servem para perpetuar o linguarejo da politiquice portuguesa, patrocinada por meios de comunicação social que mais não fazem que publicitar o nada com o nada.

Mariana castro disse...

Achei tambem que foi uma grande entrevista, de um grande primeiro ministro.
Continuo é sem perceber porque é que existem pessoas que continuam a insistir em temas como ' o desemprego nunca esteve tao alto' e blablabla...meus amigos, todos os pais estiverem em recessao brutal devido à crise mundial que todos sabem e achavam que Portugal, claro, escapava a isso?! e que a culpa é do primeiro ministro? realmente pessoas que nao conseguem sequer ver isso so demonstram o nivel de ignorancia, isso sim, que em Portugal é tao elevado.
Força Socrates

Francisco Castelo Branco disse...

Mariana Castro

a recessão é mundial. Mas só tem um ano.
E desde que Socrates chegou o desemprego nao tem parado de aumentar.
Embora ele tenha prometido 150mil, parece que ele queria era menos 150mil.
Mas também é verdade que os numeros já vêm de politicas anteriores.

Mas não se percebe como é que um PM se regozija por termos saido da recessão técnica(coisa normal até porque acompanhamos o estado normal das coisas...); e não se preocupa com os numeros do desemprego.

Socrates vive noutro mundo

Francisco Castelo Branco disse...

Bruno

ainda bem que usas o blogue para te informares em vez das televisões lol

Marta Sousa disse...

Entre Sócrates e Ferreira Leite que continue Sócrates! "A família serve para a procriação????" Que tipo de afirmação é esta? Estamos no Estado Novo? Quando temos um Estado laico vem MFL dizer que devemos pautar a família sob os pilares de uma "educação cristã" A mentalidade de MFL é bastante retrograda para um país que se quer desenvolvido.

Não estou a dizer que Sócrates tem tido um bom papel enquanto primeiro-ministro (antes pelo contrário) estou sim a dizer que a Dra. MFL é uma séria ameaça ao Estado democrático e laico!

Concordo com Sócrates quando diz que o PSD nunca esteve tão à direita. Reformulo dizendo que nunca esteve tão "estupidamente à direita".

mariana castro disse...

Caro Francisco Castelo Branco,

Ja que mostra perceber tanto de economia mundial, concerteza deve ter noçao da gralha que mandou com ' a recessao tem um ano'. Obviamente que nao tem. Admito que nao é desculpa para tudo, e não é, mas nao queiram milagres. Acho que face a que tudo o que tem acontecido a nivel mundial, socrates tem conseguido aguentar-se bem. E ja que percebe tanto de numeros de desemprego, concerteza tambem saber que a taxa esta nos 9,2% em Portugal, abaixo da media da uniao europeia, que esta nos 9,5%.
E ainda lhe digo mais, acredito que o PM esteja mais preocupado com o desemprego do que voce, que nao passa de um anonimo escondido atras de um computador para quem soltar gralhas e criticar tudo o que é feito é demasiado facil.
De facto, impressiona-me a capacidade que tanta gente tem de apenas falarem mal em vez de se preocuparem em ver que houve muita coisa bem feita e de interesse geral. Claro que ha muito por fazer, mas penso que Jose Socrates tem conseguido e bem, remar contra a maré.
Diga-me entao qual é a sua alternativa.

Marta Sousa disse...

Apelo ao bom senso da discussão por favor.

Francisco Castelo Branco disse...

Joao Gonçalves

Bem vindo a este espaço.
Acha que eu sou mais PSD?? Olhe que não MFL tem-me desapontado um pouco...

Francisco Castelo Branco disse...

Marta

Socrate disse que MFL estava mais à direita, para conquistar votos ao centro....
É uma boa estratégia.

Depois só agora é que percebi que achaste mesmo uma grande entrevista. Pensava que estavas a ser irónica no post.

Bem, se fores ao mês de Janeiro e vires lá a entrevista de Socrates á SiC, vais ver que o resumo é o mesmo.
Se fores ao arquivo do MÊs de Abril, lá terás as mesmas "saidas" de Socrates.
É como o Bruno diz, que nem precisou de "Mais uma entrevista que não vi por se saber de antemão que seria mais do mesmo"

O discurso é sempre pautado pelo mesmo.
Desta vez não houve Freeport porque o processo ja ta concluido.

E agora vem com uma nova arma "Já saimos da recessão..."
E o desemprego?

Francisco Castelo Branco disse...

Marta

Socrates e Ferreira Leite. Nenhum dos dois. É que essa da procriação, tem sentido. E não se pode culpar uma pessoa por ter uma visão mais cristÂ. Não pode ser esse o ponto da discórdia.
Isso não tem nada a ver com ser retrogado ou não. Cada um tem os seus valores e não estes não são temporais.

MFL tem sim pouca ambição. Na minha opinião, já aqui o disse por várias vezes

Carlos Vinagre disse...

a vitamina c reforça o sistema imunitário! será que é suficiente para evitar uns bons dias de cama por causa da gripe? comer moderadamente laranjinhas faz bem! mas também acho as rosas elegantes-são fugazes, mas elegantes.

contínuo a dizer que o senhor sócrates é uma "(i)"ncógnita- apareceu numa noite de espessa bruma.

MRPP ao poder! Mas sem o Durão Barroso não irá ser a mesma coisa!

Agora seriamente- o PS tem boas medidas. POr exemplo a criação de uma associação na hora, foi efeito das suas medidas. É rápido- "fugacidade" - e barato. Isso é um exemplo de uma boa medida. Há outras.

Também é certo que têm algumas duvidáveis medidas- e ao dizer duvidáveis estou a ser brando...

O país tem é de poupar! Poupar! Se não poupar... não vejo grande futuro. As obras públicas são importantes, mas será que valerão a pena? As grandes obras públicas... Se não travarmos o endividamente externo... Mas não somos o único país... a Inglaterra por exemplo não está em muito boa situação também...

Francisco Castelo Branco disse...

Cara mariana castro

Uma entrada em cheio neste blogue

, "que nao passa de um anonimo escondido atras de um computador para quem soltar gralhas e criticar tudo o que é feito é demasiado facil."

Não sabia que dar o nome era ser anónimo. Não sou anónimo, não estou escondido atrás do computador, não dou gralhas e para mim não é facil criticar tudo o que é feito.

Vamos por partes

Os numeros do desemprego são 9,2.
A taxa mais alta de sempre. Para além de ser eu a criticar, também meio portugal está preocupado com estes numeros. Principalmente quem está no desemprego que não sente os efeitos provocados pela "boa" governação Socrates.

E são também os partidos politicos que criticam estes numeros.

A recessão tem um ano. Alias, em Portugal até tem menos, pois se não me engano entrámos em Fevereiro em recessão técnica.

Socrates anda excitado porque estamos a sair da recessão. Mas não está preocupado com os numeros de desemprego que são os mais altos de sempre. Não só sou eu que o digo (que eu saiba vivemos num pais com liberdade de expressão); mas a generalidade dos comentadores\partidos politicos.

Ainda há um ano dizia que nao estavamos em crise, quando caminhavamos para tal.
Acho que a Mariana lembra-se certamente da famosa frase do Ex-Ministro Manuel Pinho???

A Mariana não sabe, porque só hoje entrou neste blogue, mas se tiver a paciencia de ir ao arquivo deste ano do blogue, verá com certeza alguns posts a elogiar o PM.
É só ter essa paciencia. Se quiser claro!

Socrates tem tentado remar contra a maré. Claro que sim!
O Investimento Publico é um exemplo disso. Sou daqueles que defende o TGV. O novo aeroporto. Temos de criar empregos e atrair investimento. Especialmente em alturas de crise, como esta.

Não deve ter lido bem, mas o que critico a Socrates é o facto de estarmos numa má situação e ele querer apagar tudo isso, só porque saimos da dita recessãozinha.
E que não veja os problemas reais do país.
Parece que vive noutro país.
Já há um ano que era a mesma coisa.
Ele parece que tem medo de dizer aos portugueses que vamos passar por dificuldades. Que vivemos tempos dificeis.
Como o faz MFL. Que fala aos portugueses nos olhos e não faz tudo para caçar votos.
Que os portugueses já estão fartos de ilusões.
Querem é as suas vidas melhoradas.

Francisco Castelo Branco disse...

Carlos

O PS teve boas medidas sim!
A empresa na hora, os apoios ás pME´S.
Na educação, embora haja muita contestação, a introdução do ingles, o tão polémico sistema de avaliação! Finalmente em 30 anos os professores foram avaliados - nas palavras de Socrates!

Eu sou a favor do TGV e do novo aeroporto. Além de outras.
Porque o país precisa de modernidade e de não fazer nada porque apenas temos menos dinheiro.
Mas MFL tem razão. O país está endividado. E sendo assim.....

A aposta neste governo nas energias renováveis foi uma excelente medida do governo...

Que o PM quer passar uma mensagem de que está tudo bem, quando não está....
Isso é uma realidade

Carlos Vinagre disse...

Só uma questão- concentramo-nos muito numa figura. Estamos a dar muita centralidade ao executivo... olhe-se que não será só eleito um executivo, será também o corpo legislativo- a assembleia! O Sócrates não é o PS- é mais um candidato...

Acho que concordo com o que há uns tempos o João Miranda escreveu numa pequeno livro...

Espero que na próxima legislatura não façam mais leis onde separem o sujeito do predicado com uma vírgula. Ia tendo um ataque o Pinto Monteiro! Coitados... é a Deusa Serotonina!

Francisco Castelo Branco disse...

Mas nem a lista do PS é melhor que o PM.

Acho que a do PSD é bem melhor. Com pessoas mais competentes.

Carlos Vinagre disse...

Estou absolutamente de acordo quando dizer:

"Que o PM quer passar uma mensagem de que está tudo bem, quando não está....
Isso é uma realidade"

Tens toda a razão!

A minha opinião pessoal, e é a de outros pessoas natural, é que houve demasiada propaganda, demasiado espectáculo... isso é inadmissível! É um demagogo o Sócrates... se fosse menos demagogo, talvez a sua figura ganha-se mais credibilidade.

Bruno Gonçalves Bernardes disse...

Francisco,

Para que interessa ver televisão hoje? Só se for para nos enchermos de ideias feitas. Ainda continuo a preferir ler os sinais por detrás das coisas. A discussão que se desenvolveu aqui, a partir deste post, é bem sinal disso.

Francisco Castelo Branco disse...

Carlos

Nem chegava ao ponto de dizer que Socrates é um demagogo.Porque acho a palavra um bocado forte.
Mas penso que ele vive noutra realidade.
Ou se calhar quer passar a mensagem de uma pessoa confiante.
Mas nem tudo o que parece é...

Francisco Castelo Branco disse...

Bruno

só mostra que os blogues são o quarto poder nos tempos que correm

mariana c. disse...

Francisco,

Quando eu falei em anonimato queria referir-me ao facto de que para nos que nao temos quaisquer responsabilidades politicas ser muito facil o criticar.
Ainda bem que vejo a sua resposta, porque anteriormente nao passou a mensagem de apoiar algumas boas medidas mas sim de um descredito total de socrates, ou do governo, como preferirem.
Voltando à "tecla" do desemprego, é a mais alta de sempre, tal como é agora em maior parte dos paises. Nao estou a desculpar, acredito que mesmo sem crise ela tivesse aumentado ou mantido, mas aquilo de que critica, que Socrates tenta passar uma imagem de que esta tudo bem , é falso. Muitas vezes ja o vimos referir-se aos maus tempos. Deve ter reparado tambem ontem na "rebocada" que levou Judite de Sousa (uma jornalista que admiro) quando se "armou em esperta" ao perguntar pela tal lei de apoio ao desemprego que foi criada em espanha e que por ignorancia dela nao sabia que ja existia em Portugal. Isto mostra que nos falamos muito, as vezes sem termos conhecimento do que realmente é feito. Ainda por cima quando uma jornalista que à partida tem estudado ate onde pode ir, cometer uma gralha desta é pessimo, imagine-se entao o montao de pessoas que tambem "opinam" sem saber o que estao a dizer.
Nao foi meu intuito parecer arrogante ou "entrar a matar", simplesmente as vezes acho que a unica maneira de passar a mensagem é mostrar os factos de uma forma mais agressiva.

Carlos Vinagre disse...

Francisco: as palavras existem para serem utilizadas. E na minha óptica ele é um demagogo. Fala muito do passado, dos anteriores executivos. Como cidadão, interessa apurar sim senhora responsabilidades, mas mais do que isso interessa-me: presente e futuro. E quando assisto a uma legítima questão parlamentar- órgão com legitimidade para questionar um Executivo- e não vejo uma satisfatória resposta, antes a uma fuga a uma explicação, que poderei pensar? Andamos a brincar, não?

Francisco Castelo Branco disse...

Mariana C.

Ainda bem está tudo esclarecido.

E eu já elogiei Socrates em certas questões, o que acho é que neste tema do desemprego estamos muito mal e o Primeiro Ministro parece não querer resolver.
E como está naquela sondagem do lado direito, o Desemprego é talvez o principal problema do país.
Porque o resto, a dita asfixia democrática de que fala MFL e outras situações são pequenos problemas.

Pena é que Socrates não haja nos momentos e só mais tarde se aperceba dos problemas.....

Será incompetência? Arrogância? falta de querer? oportunidade?
Isso não sei...

Francisco Castelo Branco disse...

Carlos

Essa do falar muito do passado, todos são responsaveis.
Nao ha politico em Portugal que em vez de falar do passado se preocupe mais com o futuro.
Mas isso é um problema de pessoas. Que estão na politica..

Carlos Vinagre disse...

Fiquei com algumas dúvidas em relação ao que disseste... Queres dizer que todos falam no passado? Que a responsabiliade são de todos? Não há político que não fale do passado com preocupação do futuro?

Francisco Castelo Branco disse...

Que todos os politicos quando chegam a cargos, PM´s ou Presidente da Camara dizem sempre que a culpa é do antecessor.

E se desculpam com isso para o facto de não fazerem nada no futuro.

A responsabilidade não é de todos.
Não se pode desculpar só porque X ou Y não fez.

Carlos Vinagre disse...

Entendi. Concordo.

Carlos Vinagre disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rachie disse...

O Sócrates é anedótico!
A entrevista foi ridicula visto que a pessoa que a conduziu deixou o Pinócrates dizer tudo o que lhe apetecia para não ser acusada de andar a fazer panelinha com a MFL, dado o que se passou na entrevista anterior à mesma.
No dia das eleições estarei no consulado português a votar! E espero sinceramente que esse monstro não fique como PM... Senão é que vamos mesmo pelas canas dentro.....!

Francisco Castelo Branco disse...

Rachie não tens ai na Holanda nenhum bom politico? lol

Discordo.
Até achei que Judite de Sousa foi bastante dura!!
Ela é sempre assim. Com todos

Rachie disse...

Lol opiniões..! :)
Temos mts na Holanda, mas eu sigo mais a política em PT do que lá, embora sinta falta de me envolver mais nas actividades da JSD!

António Rosa disse...

Francisco

Mais um que não viu a entrevista e vim aqui informar-me.

Estou a gostar da sua enorme capacidade para enfrentar estas eleições, fazendo comentários aqui. E bastante certeiros, diga-se.

Já chegámos à fase em que o que conta são frases certeiras por parte dos políticos em campanha. Há uns que têm grande carisma e passam bem essas mensagens. Outros, nem tanto.

Tivemos ontem o exemplo Sócrates-Portas. Ganhou Sócrates ao repetir 'muito suavemente' 9 vezes isto: «não quer responder?» dirigido a Portas sobre a questão do CDS ter votado no Parlamento a lei que trata da prisão preventiva (desculpe a terminologia, mas não sou jurista) e na praça pública acusa a lei de ser a causadora dos crimes.

Muito interessante este post e este blogue.

Abraço

Francisco Castelo Branco disse...

António

Estamos a fazer os possiveis para fazer uma grande cobertura das eleições.

Desde Janeiro, e nós também o demos conta disso aqui no blogue, que Socrates nas entrevistas que deu fala sempre dos mesmos temas : educação - como grande bandeira da sua governação
Freeport - como tentativa de vitimização
Investimentos Publicos - Para se demarcar e acentuar diferenças entre ele e MFL. Uma escolha entre a modernidade e o atraso
Casamentos gay - para se deslocar à esquerda. Este ultimo só apareceu na entrevista de Janeiro, mas por certo vai estar presente na Campanha

Marta Sousa disse...

Eu gostei da entrevista de Sócrates e acredita que não estou a ser irónica. Gostei da entrevista pela capacidade de argumentação, é óbvio que a entrevista não me agradou do ponto de vista político.

Francisco Castelo Branco disse...

Marta

de facto, Socrates tem capacidade de argumentação e é convincente.
Resta saber se tudo aquilo corresponde á verdade..

Anónimo disse...

cialis generika cialis ohne rezept
acquistare cialis cialis in farmacia
cialis cialis generico
cialis acheter acheter cialis

Share Button