Etiquetas

quinta-feira, 16 de julho de 2009

O mito Algarve

Os hábitos dos portugueses desde há muitos anos a esta parte passam por no Verão procurarem o calor das praias. Como se não existissem mais praias por todo o território nacional vão todos para o Algarve. Esta região do país na época balnear deve atingir níveis de população absolutamente surpreendentes. Ora a questão que coloco é se efectivamente o Algarve tem melhores praias e melhores locais que o resto de todo o nosso território. A debandada das massas para o Algarve é mais um mito que uma procura de um sítio realmente aprazível para umas férias agradáveis. Se fizermos as contas de uma forma bastante simples dos gastos chegamos à conclusão que viajar para destinos como Barcelona fica mais barato que passar férias no Algarve.

Não Estou de forma alguma a querer desvirtuar aquilo que Portugal tem de bom, estou só a tentar compreender o porquê do povo português, mesmo depois de verificar que ir para o Algarve não compensa, insistir em fazer lá férias.

O nosso país tem outros locais de interesse com a mesma beleza ou ainda mais…Alentejo, a zona das praias do Minho, o próprio interior do país que é lindíssimo…existem “n” locais com muito mais interesse e muita mais beleza para serem visitados, para quê sermos pequeninos? Para quê todos os anos vermos as mesmas coisas nos mesmos locais?

5 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

Pois é Marta

Mas a verdade é o Algarve que faz o seu trabalho.
Promoções, anuncios na TV, preços convidativos, bom ambiente, diferentes tipos de estilo....

Aonde é que encontras isso noutros locais?

O Minho é bom mas tá frio de vez em quando.
O Litoral norte pouco se promove, fechando-se em copas e contando apenas com os seus.
O que sobre é a Costa Alentejana mas aí só mesmo nos festivais, pois Noite e Discos, festas e outros fazeres para depois da praia, pouco tem.

O Algarve é o melhor destino. Tem tudo de bom. Não é que os outros nao têm.
Mas as pessoas no Verão querem sair da sua terra e ir para Muito Longe.
Querem aproveitar para fazer umas férias bem longe de casa.
E o Algarve é o melhor para isso. Porque oferece várias tipos de férias.
Sobretudo entre os mais jovens, o Algarve é o ponto de encontro.
Festas na praia, Discotecas ao rubro, amigos e ex namoradas, tá lá tudo... Sobretudo no mês de Agosto!
Eu como Lisboeta, gosto do Algarve.Embora o ano passado tenha experimentado a Costa Alentejana.
Mas o Algarve é aquele sitio das férias de Agosto.
Os outros sitios que enumeraste (principalmente o Minho de onde tenho raizes); são excelentes também. Mas talvez para outros tipos de férias. E de alturas!
Umas férias mais calmas e com pouca confusão....

Mas os portugueses gostam de confusão...

siceramente disse...

As melhores praias podem não ser as algarvias, mas de melhores acessibilidades são claramente e as temperaturas são as mais altas a nível nacional!
E depois existe todo um investimento das autarquias para trazer para o Algarve todo o tipo de eventos, o que sem as pessoas não teria qualquer sentido.
Por isso não percebo essa de Barcelona ou outro sitio sair mais barato.
Por outro lado, se existe Lisboa, porto, Coimbra, seja o que for.. também existem cidades no Algarve, cada uma diferente da outra, e neste Portugal ninguém dá conta disso, é Algarve e mais nada infelizmente.

Francisco Castelo Branco disse...

Pessoalmente até acho que as melhores praias são as da Costa Alentejana.
Mas o que é Siceramente diz.
No Algarve há todo um tipo de eventos que levas as pessoas irem para lá.
Por ex, o Sudoeste durante o mês de agosto leva milhares até á Costa ALentejana.
Mas é só durante uma semana.
Depois o caminho é Algarve

Marta Sousa disse...

Eu não estou a desvirtuar o Algarve. Até pode ter tudo do melhor, pode ser o destino ideal. O que questiono é o porquê das pessoas quererem ver todos os anos as mesmas coisas, quererem estar nos mesmos locais...no fundo não alargarem os horizontes, não descobrirem coisas novas...

Francisco Castelo Branco disse...

Isso deve ter com o facto de já ser um ambiente familiar e conhecido...

É como se fosse uma segunda casa

Share Button