segunda-feira, 4 de maio de 2009

O B.I. Europeu

Não se trata de um Curriculum Vitae Europeu nem de um passaporte, mas sim de um Bilhete de Identidade Europeu....
A ideia era bem vinda numa Europa aberta, sem fronteiras, onde impera a igualdade de oportunidades para qualquer cidadão europeu. Acesso ao trabalho, aos estudos e o direito a viver nas mesmas condições que um nacional. Porque nos tempos que correm só nos temos de adaptar ao estilo de vida desse país europeu. E mesmo assim, já não difere muito.
Um bilhete de identidade europeu era também um importante passo para uma Europa Federal. Quer queiram ou não, independentemente do país em que nos encontramos a nossa cidadania seria "europeia" e não "portuguesa, italiana ou francesa".
Se queremos que a Europa avance e seja mais unida também nestes pequenos aspectos há que ser igual. Provavelmente se se adoptasse um Bilhete de Identidade Europeu, não era preciso verificar de que nacionalidade aquela pessoa era. Já sabiamos que vinha da Europa e assim poderia circular "livremente".
Há que reflectir nos pequenos aspectos que podem tornar a Europa mais forte e unida. Sobretudo nos tempos que correm com a grandeza dos EUA, e o crescimento da Russia, China e India....
O Bilhete de Identidade Europeu poderia fazer com que se estabelecessem mais relações e tornar a livre circulação de pessoas mais rápida e acessivel....

7 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

Seria uma forma de aproximar os povos?

E levaria á tão "desejada" por uns, Europa Federal?

expressodalinha disse...

Sou a favor!

Francisco Castelo Branco disse...

Ainda bem!

Acho que nao faz sentido continuarmos a ter diferentes nacionalidades e com diferentes "B.Is"

Rizzo disse...

Ora aqui temos um homem do futuro.
Vou pensar nas consequências juridicas mas, logo assim, à partida, concordo.

Cleopatra disse...

Sim. mas que a proposta é do futuro é! Eu voto a favor se bem que é preciso ver as consequências e as razões para ....

Francisco Castelo Branco disse...

Consequencias.....

Menos burocracia. Mais interdependência, mais aproximação entre as pessoas

Hoje tive a comparar o BI português com o BI espanhol e de facto o nosso é ENORME! É uma papelada. E revela a nossa "identidade" toda naquele papel.
Nao é necessario ter o nome dos nossos pais no BI. Para que?

Razões:
Sempre que fores a algum lado, as pessoas vao te pedir o BI. Vao querer saber de onde és.
Vais perder tempo.
Enquanto se olhar só para um Sinal ou cor, identificativo do BI Europeu, é capaz de levar menos tempo

Francisco Castelo Branco disse...

Rizzo

Consequências juridicas acho que não são as mais importantes.
Mas sim pensar nas sociais.

Share Button