Etiquetas

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Como se comportam os jovens holandeses II

Porém, nem tudo é perfeito neste meu país de eleição, especialmente no que toca às saídas nocturnas. Primeiramente porque a hora de jantar é entre as 18/18.30 e as pessoas estão prontas muito cedo os bares enchem logo também cedíssimo… De modo que quando eu lá chego, como boa portuguesa que sou, nunca arranjo lugar! As discotecas abrem cedo e fecham cedo (é rara a discoteca que fecha depois das 4h da manhã) e o género de música que se ouve na Holanda não pode ser definido linearmente. É muito, muito diferente de Portugal, especialmente do que estou habituada… Passam-se 80’s, músicas muito MTV, por vezes Drum N Bass e muito raramente BOM house, como estamos habituados a ouvir em Lisboa… Mas o que desgosto mais ainda é o facto de aqui toda a gente sair com a mesma roupa com que foi à escola ou algo do género… O outfit normal consiste nos ténis All Star, calças de ganga e uma t-shirt… Sinto falta do glamour das noites de Lisboa e é essa uma das coisas que trás mais saudade. Por norma quando saio sou sempre uma das pessoas mais bem vestidas e por vezes deslocada no que toca à dita roupa. Mas como somos educados assim e estabelecemos certos padrões connosco mesmo, do sítio de onde vimos, eu decide não mudar e não me adaptar. Acho que por nos tentarmos vestir bem ou o melhor possível não devemos também ficar com a sensação do “I don’t fit here”! Oh well, so far so good :)

Na Holanda não sei se se bebe mais ou não, mas como a maioria dos jovens deixa a casa dos pais aos 18 anos e vêm morar sozinhos para cidades estudantis (há vários graus de ensino, pelo que não necessariamente a faculdade) a tendência para abusar tende a ser maior. Cada vez vejo gente mais nova a sair por aqui! Por outro lado não há o hábito dos jovens holandeses beberem as ditas “bebidas brancas”: cerveja e vinho constituem cerca de 95% do consumo numa discoteca ou bar holandês. Não esqueçamos que estamos num país que produz cerveja em larga escala, “encurralado” entre a Bélgica e a Alemanha, que produzem mais do mesmo. Não sei se será essa a razão ou não, até porque as bebidas brancas aqui são bastante mais baratas em Portugal.

Ainda não consegui ainda chegar à conclusão se os jovens aqui são mais easy going que os Portugueses no que toca ao “sexo, drogas e rock n roll”. Tenho tendência para dizer que sim, que há menos promiscuidade e mais consumo de drogas, mas é essa a ideia que eu fico sem grandes dados concretos. Como disse, e repito, acho que tem muito a ver com o facto de a maioria das pessoas começar a morar sozinha, nomeadamente em casas de estudantes, desde muito cedo… Embora ache que isso seja fundamental e tenha impacto social em geral tendo também a achar que pode ser uma fonte de problemas por estes jovens abraçarem a liberdade cedo de mais. Mas uma coisa é certa, a maioria deles atinge uma certa maturidade muito mais cedo que os portugueses em geral.

E pronto, espero ter deixado uma ideia geral de mais um aspecto deste país, que cada vez me é mais querido!

Volto em breve com um novo tema!

Cumprimentos,

Raquel Vilão

7 comentários:

Larissa Bona disse...

Não que eu ache a prosmiscuidade uma coisa benéfica, mas entre a promiscuidade e o consumo de drogas, a primeira é menos danosa.

Para nós, povos latinos católicos é bastante chocante o que se passa em países não católicos e não latinos como Holanda, Inglaterra, Alemanha e etc. A impressão que tenho é de que são sociedades sem valores e com o total desapego à instituição da família, que querendo ou não é o núcleo da sociedade.

A cultura do booze binge sempre me deixa chocada, não adianta!

Francisco Castelo Branco disse...

Larissa

concordo.
Aqui em Inglaterra existe esse desapego a familia e aos valores.
Pelo menos nas pessoas mais novas.

O que leva a que Londres e provavelmente Amesterdao a serem das cidades com mais droga na europa

Ainda falarei dos "jovens" ingleses

expressodalinha disse...

Não tenho ideia que o consumo de drogas na Holanda seja maior do que em Portugal. No Brasil não sei, mas desconfio que nem há estatísticas. Tb. a verdade é que como vão para a cama mais cedo (na Holanda) consomem menos. Quanto aos valores, bom isso dava muitos posts. Não esquecer que o luteranismo tem valores diferentes de base. Uns melhores, outros piores, do meu ponto de vista.

Francisco Castelo Branco disse...

Jantar cedo?

É uma chatice de facto. Ainda por cima quando o lanche é por volta das 18. Porque tb trabalhamos até mais tarde
Isso das discotecas fecharam até as 4h da manha também auqi em Inglaterra é igual. Daí eu ter aderido mais ás Partys Houses lol.
Saudades das noites lisboetas até ao nascer do sol.
E estar o domingo inteiro sem fazer nenhum. E pior é que as 4h fecha tudo. Mas tudo mesmo!
Porque a noite lisboeta tem que ser Jantar, copos e depois disco.
Aqui em Inglaterra as pessoas vão directamente para a Discoteca.
Glamour? Também aprecio mais as mulheres portuguesas que se vestem bem.
Mas aqui em Londres há um excesso de rigor no dress-code. Particularmente nos homens onde em muitos sitios é preciso ir de fato.
Razão pela qual também opto mais pelas Parttys House.

A maturidade aqui tb é alcançado muito cedo. Razão pela qual a cultura e o excesso dos ingleses são por vezes muito "mal entendidos"

Olavo disse...

Gosto muito de vir aqui..e cada vez mais me informo de td que acontece por ai..
Este mundo se tornou pequeno mesmo..
Obrigado pela informação e pela excelente postagem
Abraços

Rachie disse...

Ha-haaa!
Descobri a pólvora Xico!
Descobri o BBC cá do sítio e o Lux cá do sítio!
FELICIDADEEEE! :P

Francisco Castelo Branco disse...

A sério???

isso é brutal

como é?

Aqui nao ha nada que chegue aos pés do lux e do BBC

Share Button