Etiquetas

quinta-feira, 19 de março de 2009

Portugal e o estrangeiro....

Começo a primeira edição da Bancada Direita com três assuntos que estão na ordem do dia no nosso futebol pequenês.

Em primeiro lugar o actual momento do Benfica, que pode ficar sem ganhar nada se este sábado não vencer a Taça da Liga frente ao Sporting. Sim, porque o campeonato já lá vai. Mais uma vez, para os lados da Luz o campeonato vai ficar a anos luz..... Com o investimento feito este ano na equipa principal, os resultados ficaram muito aquém do esperado. Nem uma hipotética vitória no Sábado salvará a equipa de um ano cheio de criticas. Com contratações de nomeada como Reyes e Aimar(para nao falar da tristeza Balboa....) o futebol produzido dentro de campo deveria ter sido outro. As vitórias no inicio de época frente ao Sporting, Nápoles e Maritimo vieram dar ânimo á equipa de Quique Flores, mas esta como tem sido timbre nos ultimos anos tem falhado nas ultimas jornadas. Mas um dado é de salientar: Rui Costa tem dado a cara nos momentos complicados (v.g derrota com o Trofense.....). E que Flores de certeza que vai continuar a comandar a equipa na próxima temporada. Pior nisto tudo são as constantes mensagens não se sabe bem para quem de Luis Filipe Vieira que continua a desculpar-se e a tentar ser o "salvador" da pátria do futebol português...... e se ele pensar mais no Benfica?

A ronda europeia dos nossos clubes foi má. Apenas o FC Porto continua em prova. Após 6 meses de competição. Salvando a honra ao Sp.Braga que a cada ano dá provas de ter "bagagem", os resultados e exibições das equipas portuguesas sofreu um retorno após as épocas em que FC Porto e Sporting deixaram boa imagem. Dos resultados negativos do Benfica e Sporting, ainda se questiona a capacidade dos emblemas nacionais de ombrearem com as melhores equipas europeias. Especialmente com Italianas e espanholas. Ainda se nota algum receio e falta de experiencia das nossas turmas. O resultado do Sporting nos dois conjuntos frente ao Bayern revela uma falta de rotina, qualidade, atitude por parte dos jogadores. E também medo. Principalmente revelada pelos treinadores nacionais. Ainda há que ter esperança que o FC Porto ainda nos represente bem na Elite europeia....

Na próxima semana Portugal defronta a Suécia em jogo de apuramento para o Mundial 2010. Um empate ou derrota deixa-nos praticamente fora da África do Sul. Será possivel que o que aconteceu em 92 e 94 vai voltar a repetir-se? E Queiroz deixará de ser tratado como o "pai" do futebol português? Ou não será ele o mal do futebol nacional?

1 comentário:

Share Button