Etiquetas

quarta-feira, 9 de julho de 2008

AVENTUREIRISMO

Ontem um energúmeno armado em carapau de corrida resolveu aventurar-se, quiçá para impressionar a namorada, numa arrojada escalada nos penhascos da Praia Grande. Foi sem meios, nem agasalho, apenas porque lhe apeteceu. A meio entrou em paranóia e telefonou ao 112. Helicópteros, bombeiros, salvadores, ambulâncias, holofotes... enfim, todo o sistema de socorro em alerta máximo. Conseguiram! O rapazola com ar alarve e transido de frio lá balbuciou qualquer coisa e foi para casa curtir o pânico. Enfim um final feliz, para uma situação infeliz. Ainda bem que existem sistemas de salvamento e ainda bem que são eficazes. Parabéns aos salvadores. Agora quem paga isto tudo? O rapazinho não é responsabilizado por conduta notoriamente negligente?

5 comentários:

Francisco Castelo Branco disse...

as pessoas têm que ter consciencia daquilo que fazem e nao chamar o 112 sempre que lhes dá na tola

Este post vem abrir ainda um tema interessante, deverá o suicidio ser considerado crime?

eu acho que sim, pelo menos em certas circunstancias.
Ou entao ser acompanhado psiquiatricamente.

Acho que querer acabar com a vida é crime. Mesmo que seja com a própria.....

expressodalinha disse...

Essa do suicídio é outro filme. Julgo que neste caso foi apenas "aqui vai disto que eu sou bom". E a questão não está em ter sido salvo ou ter gritado ao 112. Depois de enrascado que remédio e ainda bem que se salvou. O problema é que deveria haver uma forma de penalizar, mesmo que simbolicamente, situações de manifesta imponderação e aventureirismo, como parece ter sido o caso.

Francisco Castelo Branco disse...

mas as pessoas podem "arriscar" ou não?

Se eu quiser subir uma arvore,

mas la esta, havera formas de penalizar a "brincadeira" com a própria vida?

Ou vai pa um psiquiatra ou então nao sei.....

Pode ser punido.
Uma multa ou um aviso oficial talvez fosse suficiente.
Mas isso teria que estar regulamentado e indicar os locais dito perigosos

e não incluir "o mar não pode servir para surfar quando esteja bandeira amarela ou encarnada"1

hehehe

expressodalinha disse...

É difícil, reconheço!

Francisco Castelo Branco disse...

mas acho que passava pelo reconhecimento e indicação dos sitios que se consideram "perigosos"

E quem violasse, la vai multa

Sim, porque na praia,bosques e até no mar, existem pontos negros...

E ai deveria se regulamentar punindo com coimas, essas desobediencias

Share Button