Etiquetas

quarta-feira, 26 de março de 2008

China sem respeito pelo Tibete

Será que não há ninguém que consiga parar a violência no Tibete?
A China desde há muito que reclama a sua soberania sobre o Tibete. Este é um local com história, principalmente de refúgio ou culto para os monges budistas. No Tibete, vive uma figura histórica. O Dalai Lama, que é conhecido pelo seu pacifismo. Embora esteja exilado na India, não deixa de aparecer e de enviar mensagens de esperança para os seus.
O que a China está a fazer é violar a autodeterminação de um povo. A sua liberdade de se exprimir e reunir.
Todos estes actos são condenáveis. Pena é que a comunidade Internacional não faça nada. Este problema já é muito antigo.
Bem esteve a França ao ameaçar o boicote aos jogos olimpicos.
Mas isso não vai resolver.
É necessário uma posição conjunta.....
E Portugal? Não reage?
Agora nos lembramos porque o Dalai Lama não foi recebido oficialmente aquando da sua ultima visita...........

2 comentários:

expressodalinha disse...

Nada justifica o que a China tem feito no Tibete. O momento mediático escolhido era o único possível para os manifestantes. Muitos desses jovens manifestantes não concordam com a política do Dalai Lama. O Tibete tem o direito à autodeterminação e ao desenvolvimento. E tb. à democracia. O regime tibetano foi sempre uma teocracia budisto-exótica que perpetua no poder uma elite de monges/proprietários opressora que, ainda por cima, tem um líder que renasce. Pior é difícil!

Francisco Castelo Branco disse...

O problema é que mais uma vez só se fala daqueles que estão a ser atacados.

Como se fossem uns coitadinhos......


E se investigassem o que existe no Tibete?

Share Button