Etiquetas

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Julgamento do Futebol, 4 anos depois

Começou o Julgamento do Processo Apito Dourado...
Quatro anos depois de se terem iniciado as investigações
Fica para depois as questões relacionadas com a morosidade da nossa justiça, mais uma vez demonstrada neste caso.....
Que falar então sobre o Apito Dourado?
O nosso Futebol precisa de uma limpeza. A nivel dirigente, e também ao nivel dos árbitros. Que ninguém sabe a real valia deles.
Com o inicio deste processo, as suspeitas em cada jogo são cada vez mais. O nivel da arbitragem em Portugal tem que melhorar. E o dirigismo também.....
Espero que este processo seja uma lufada de ar fresco no nosso Futebol. Que a partir de agora haja menos suspeitas e mais verdade desportiva.
É por isso que as pessoas vão aos estádios.....
Será que vai mesmo ser assim, ou tudo não passa de uma ilusão? O Apito Dourado vai mudar o panorama no nosso futebol?

7 comentários:

Carol disse...

Se fosse mesmo para mudar, não teria de haver mais gente implicada?
É que, santa paciência, mas alguém acredita que não há mais corruptos no desporto-rei? Se até nos regionais há...

quintarantino disse...

Suspeito eu sou, mas é caso para perguntar: "Cadê os outros?"

expressodalinha disse...

Quanto ao futebol não sei se vai mudar, mas a justiça arrisca seriamente a ficar ainda mais desacreditada.

Tiago R. Cardoso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tiago R. Cardoso disse...

Vai tudo ficar igual, no final levam todos um arquivamento e um falta de provas e não se fala mais no assunto.

Ricardo S disse...

Há dois aspectos a analisar:

1) Futebol - Apesar de ser um optimista (moderado e realista) creio que não irá dar em nada. E mesmo que alguém seja condenado, os adeptos não querem saber disso para nada, tal como não querem saber se os seus políticos (nomeadamente autarcas) estão envolvidos em negócios ilícitos...

2) Justiça - Apesar de mexer com um dos pilares da sociedade portuguesa (cada vez mais , o Futebol é um tema central para o nosso Povo), a Justiça deve ser analisada em separado e, diga-se, não sai bem na fotografia. Erros processuais, atrasos (alguns aparentemente injustificados) e alguns erros humanos são alguns exemplos dos aspectos negativos deste processo. A ver vamos se a Justiça não sai ainda mais lesada deste caso...

Cumprimentos.

Francisco Castelo Branco disse...

Apesar dos 4 anos, é de verificar que estes processos Mega-mediáticos demora o seu tempo de investigação, acusação e julgamento.
Há que fazer as coisas bem feitas....
para que depois não se cometam erros graves

Share Button